O outro lado do mito ou a história re-descoberta


Recente descoberta arqueológica vem revolucionar a história, a mitologia e a psicanálise barata. Uma historiadora contemporânea que não quis se identificar, vasculhando clandestinamente um acervo digital público, declarou a este blog que a história de Medusa na verdade não se encerra na famosa batalha entre a mesma e Perseu.

Este confronto imemorial, algumas vezes reproduzido em relacionamentos amorosos, relatava a morte da personagem após ver sua própria imagem refletida em um escudo de aço polido. As serpentes teriam sido decepadas, junto com sua cabeça, de onde brotara o veneno e a cura de todos os males.

A descoberta, no entanto, vem desvendar a atual vida de Medusa. Há fortes indícios que apontam para uma vida boa ao lado de sua ex-esposa, com o amor entre ambos reavivado logo após o confronto com Perseu.

Deste herói, pouco se tem notícia, mas fontes protegidas contam que ele se envolveu em uma jornada de trabalho que pretenda superar a de seu concorrente, Hércules, em busca de comprar sua própria vaga no Olimpo.

A historiadora responsável pela descoberta recuperou-se logo e espera sobreviver a esta nova versão do mito.

Comentários

Aline disse…
Esse post merece uma "márxma": a história se repete: primeiro, como tragédia; depois, como farsa

Beijo tragicômico, mas esperançoso de finais felizes, icluindo princesa, príncipe e reino encantado...
Erica Dfront disse…
q bela descoberta...agora tudo mudou em minha vida!!!!
catchola disse…
A Medusa, quando sai do combate, nada indica que, mesmo sob a ação pedagógica de Perseu, ela tenha aprendido com seu reflexo. Afinal, poderia ela suportar (aguentar e fornecer suporte) a farsa após conhecer, de fato, a tragédia?
Beijocas nega....saudades...

Postagens mais visitadas deste blog

Superstição!

Árvore da Vida, do Klimt