Meu último encontro com Medusa


Precisei de uma semana para ganhar coragem e ir procurá-la. No meio da madrugada, depois de todos os meses, um encontro entre quatro paredes. Sem medo.

E a antiga lenda já havia me ensinado. Em meio a abraços de despedida, apontei-lhe meu escudo. A imagem refletida tornou-o pedra

Já sem a temida cabeça, destruí todas as serpentes. Uma a uma.

Comentários

Bia disse…
OI??
cathola disse…
E sem a temida cabeça, a medusa já não é nada.... é mito que ensina....
Beijocas brava guerreira....

Postagens mais visitadas deste blog

Superstição!

Árvore da Vida, do Klimt