Em primeira mão...

Logo às seis da manhã a piada já estava pronta.

"Que dia horríver...", morria de rir o cobrador do 119C, enquanto contava para cada um dos (quase todos) corinthianos que entravam no busão.

Saindo do terminal um berro, para que o fiscal corinthiano lá do outro lado escutasse.
E de sobra, todo o pessoal que circulava.

Tem sempre alguém que se diverte.
Vai Brasil!

Comentários

É corrente uma gíria no mundo futebol que traduz o sentimento arrevesado que sentimos quando o time del corazón sofre una goleada. Dizemos: foi um "chocolate"!
Pois bien, en homenaje a mis amigos corintianos, estoy ahora con un delicioso chocolat, amargo, feito en Argentina! Que rico!!!
CORINTHIANS
Sílvio Luiz; Coelho (Eduardo), Marcus Vinícius, Betão e Rubens Júnior; Marcelo Mattos, Xavier (Roger), Ricardinho e Carlos Alberto (Rafael Moura); Nilmar e Tevez
Técnico: Ademar Braga

RIVER PLATE
Lux; Tula, Cáceres e Gerlo; Ferrari, Ahumada, Santana, Gallardo e Dominguez; Abán (Higuain) e Farías
Técnico: Daniel Passarella

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Carlos Chandía (Chile)
Auxiliares: Pablo Pozo e Rodrigo González (ambos do Chile)
Cartões amarelos: Abán (R), Santana (R), Marcus Vinícius (C), Gallardo (R)
Gols: Nilmar, aos 38min do primeiro tempo; Coelho (contra), aos 11min, Higuain, aos 27min e aos 36min do segundo tempo

Postagens mais visitadas deste blog

Superstição!

Árvore da Vida, do Klimt