que não tem fim

“ Eu vou te dar um prato de flores
e no seu ventre vou fazer o meu jardim
que não tem fim
que não tem fim”

Continuo o esforço pela diversificação das paixões. Livros, outras pessoas amigas, trabalhinhos, planos para outro blog, risadas, bebedeiras, comidas. Os dois últimos, além da conta.

Visitei meus cachorros ontem, eles estão lindos e felizes. A baleia uma senhora respeitável, com cataratas e dentes poídos. A zaza gorda e meiga e brava como sempre. A chica também gorda mas bem musculosa, com as berebas usuais, uivando lindinha como sempre. O bê feliz e trouxa. A capitu, minúscula. Fiquei feliz que até vim fedendo cachorro pra casa, de saudade daquela muafa que só a matilha inteira sabe cultivar, por mais banhos que tomem.

No mais, comi ameixinha do pé, visitei cachoeira na chuva, espantei gambá da lareira, tomei vinho e esquentei o pé gelado nos pés do moço que foi comigo. Coisa quente que é isso tudo, apesar do frio do feriado de pátria independente.

Estou apaixonada também pelo site na orelha, músicas + entrevistas, tudo super moderno, mas aconchegante que nem conversa de bar. Fica aqui também a paixão pela Nação, só que a Zumbi, que canta com voz de poço fundo, a letra linda com que começo este pouste.

Pensei numa porrada de coisas nesta semana, nos encontros do findi passado, nas conversas com os amigos de sempre ou ausentes há algum tempo. Sempre amigos queridos. As idéias abaixo, que serão medidas provisórias para quando o socialismo chegar, não são necessariamente minhas. Mas são idéias que só uma mesa de bar pode criar. Só consigo me lembrar de algumas, mas se lembrarem de mais aproveitem para me telefonar pra matar todas as saudades (no plural)

1. Toda quarta feira deveria ser feriado

2. A seleção brasileira deveria fazer espetáculos públicos mensais, em todos os estados, gratuitos. E não cobrando 300 pilas naquela fétida capital federal.

3. O minhocão deveria ser derrubado em uma fúria coletiva

4. A careca do josé serra deveria ser anunciada como espaço publicitário

5. Todo bar deveria ter computador com internet de grátis, se quiser ter máquinas caça-níqueis

Comentários

Ei, Cuca,
Que bom que seu fim de semana foi bom. Lá em casa também tivemos um feriado "daqueles" (dormimos o dia inteiro para nos recuperar da nossa Terça-Louca). O "buteco" seguiu aberto mesmo depois da partida do nosso "brasiliense". Depois falamos mais de outras coisas. Agora, comento seu texto: apenas no item "5" faço uma ressalva: internet livre para quem mandar um conha (senão, cola aqueles muleques para ficar jogando "jogos de matança" e não largam mais a "franga"). É isso.
Beijo e Abraço del >i_2>

Postagens mais visitadas deste blog

Superstição!

Árvore da Vida, do Klimt