Milagre da Medicina

Sem brincadeira, meu pé está ótimo. Até que valeu a pena todo o drama, nem que seja pra ver que não é tudo aquilo que eu imaginava...Acho que no fundo isso é uma estratégia...esperar o pior para se surpreender com o que vier de bom.

Por outro lado, tô sem saber direito o que está acontecendo no meu coração...
Tive visita sábado, foi meio estranho...minha mãe e meu irmão já estavam ligados...eu nem sabia em que categoria deveria apresenta-lo. Levei um tempo pra explicar pra minha mãe...nem precisava, na verdade, mas acho que eu estava levando realmente à sério.

Agora eu já não sei, não posso com laconismo ao telefone e ao email...eu sou falante e prolixa. A visita mesmo foi ótima, mas como eu sou impulsiva, achei-a meio lacônica, formal...fiquei com muito medo de ter sido forçada...por ele mesmo e não por mim. Quem sabe o que é ficar doente sabe que legal é receber visitas...fiquei com medo que ele estivesse me visitando mais por ele do que por mim....Medo ridículo...tomara que ele nunca leia esse blog!

Já engatei a marcha ré porque parei de ver horizonte. Sem estrada não se dirige pra frente, né?

Medo, eu?

Comentários

chico disse…
Oi,
Será que devo comentar este post?? Ainda mais sendo meu primeiro comentário??? Acho que sim, sobre seu pé. Ele parece ótimo...
Não existiu formalidades, de nenhum lado, e o lanche da tarde estava uma maravilha. Mande aquele abraço pra sua mãe.
Cuquinha, se cuida minha nega!!!! Vou combinar outras visitas (talvez menos turbulentas pro seu coração)
beijo

Postagens mais visitadas deste blog

Superstição!

Árvore da Vida, do Klimt