Postagens

Esperando as águas

Um barco, não sabia se estava partindo ou chegando...

No sonho da moça o barco pairava perto de um porto. Imagem estática: uma fotografia noturna, tingida pela lua vermelha.

Pintura que emanava cheiro quente de peixe e maresia de âncoras enferrujadas, cordas podres de velhos nós que se agarravam nas madeiras quase vivas de cracas. Renascidas a cada maré; pra dentro e pra fora das conchas... pra dentro e pra fora... Cortantes.
Pirata. Marinheiro. Sentado de costas no barco que oscilava com a marola, no súbito único movimento daquele quadro.
Com seus pés feitos raiz em terra, ela adivinhava seus olhos secos de sal, observando o eclipse, traçando os mapas no céu para a próxima partida.

Janela para o velho mundo

Ficção Cega na casa que não tinha paredes

Imagem
No dia que eu te encontrar de novo o mundo vai parar de rodar por uns instantes
Eu vou te olhar e vamos começar a dançar uma música que talvez nem esteja tocando
Eu vou deitar a cabeça no seu ombro, e, agarrada à sua mão, fechar os olhos
De olhos fechados vou cheirar o seu pescoço e sua barba e seu cabelo
E a música que não estava tocando vai emendar em outra e em outra
Sei que vou secar uma lágrima em sua blusa, disfarçadamente
E vou dizer, no pé do seu ouvido para que você nem ouça,
meu amor

Uma Composição da T. do Amaral

Imagem
O caminho marcado por pedrinhas brancas e roliças ficara pra trás.
Um grande prado verde assumia à minha frente o papel de infinito: caminho sem bordas, sem limites, nem trilhas.
Em algum lugar por ali existe um oásis, eu sei. Consigo enxergá-lo mas não tenho certeza se já quero estar lá.
Vou continuar nesta grama onde minhas pegadas não deixam marcas. Se alguém me quiser encontrar, segue meus cabelos que teimam em crescer contra o vento.
Na outra ponta estarei eu.

Cupido, do Edward Munch

Imagem
Eu te convido para minha cama
e neste abraço prolongado,
ancestral
e sempre inacabado,
procuro
com sede,
com medo
e com certeza,
o amor.

Algumas vezes você aparece
como vento,
como pedra,
como eletricidade,
como açúcar
como anjo.